quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Tempestades...


“Para compreendermos o valor da âncora, necessitamos enfrentar uma tempestade” Eleonor L. Dolan

Imagem relacionadaPor vezes é bom “usar” a roupa da tempestade, é um modo de dar tempero à vida, é saber adaptar o nosso carácter às circunstâncias e ficar interiormente calmo, apesar das intempéries exteriores

45 comentários:

Regina Figueiredo disse...

Sem dúvida!
Uma capa de invisibilidade que funcione nos dois sentidos...que bom que seria.
Um abraço.

Frei Tuck disse...

"A esperança é para nós qual âncora da alma."
Hebreus 6,19

vizinha do 1º Dt disse...

As grandes tempestades não duram muito, assim como as grandes felicidades não são eternas.:)

Arturinho das moscas disse...

A Taça da Liga foi pensada de forma a favorecer os dois clubes da mourolândia; uma final-four no Al-Gharb e tudo feito para um convívio entre mouros.
Foderam-se!
Os finalistas serão dois cluber do Minho, que agora terão de fazer quase 1500 km para ir disputar a final num estádio que é um mamarracho e não serve para nada.

Fiscal disse...

Foi uma tempestade perfeita!

Labaredas disse...

E em vários sites já andam os mouros a tentar vender os bilhetes para a final, que compraram antecipadamente.
Já me faz lembrar quando jogaram a meia-final da Liga Europa contra o SC Braga.
Mouros do caralho... não aprendeis nadinha!

Flor do Vouga disse...

Ò Labaredas, deixa lá os futebóis e come uns rissois hehehe

Pinante da avenida disse...

Entom falemos de putedo.

Sad Angel disse...

As gotas da chuva caem devagar
Numa terra abençoada pela tristeza.
Acho que os anjos andam muito a chorar
E os que se perderam na mortalidade
Nunca mais encontrarão o paraíso.
As nuvens cinzas que escurecem... São o poço da saudade,
Com um pouco de lágrimas
A chuva cai... E não diminui a angústia dos mortais.
Oh... Os anjos perdidos, queria encontrá-los por um acaso,
Numa rua qualquer, numa escuridão onde o sol não pode entrar...
...Encontrá-los na chuva que não pode mais abençoar...
Eu me pergunto: "Por que os anjos estão a chorar?"
A chuva que cai... São lágrimas daqueles que perderam quem tanto amaram.
Oh... Os anjos que caíram, se perderam e nunca mais voltaram.

Legionário disse...

Sad Angel, sobre as asas do tempo, a tristeza vai-se embora.;)

Pinguim da Arcada disse...

só o frio é que fica hehehe

Legionário disse...

Céu cinzento, nuvens carregadas, vento forte — é fácil identificar a aproximação de uma tempestade diante desses sinais. Mas há períodos em que a alma é que se torna fria, pesada e sombria...

Pinguim da Arcada disse...

hoje está tudo cinzento...

Anónimo disse...

Ola camaradas, o jantar pode ficar para dia 15?
tenho 2 semanas de férias �� e gostava de ir �� ao jantar
obrigado

Espalha Brasas disse...

O Anónimo das 18:43 no jantar de Carnaval vai disfarçado de croquete com um palito espetado heheheh

Pinguim da Arcada disse...

O Vampiro anda desaparecidooooooooooo

Maria Eu disse...

O mais ínfimo raio de sol é sempre mais apreciado depois de uma tempestade.

Beijinhos, Legionário :)

Legionário disse...

Pois é Maria, à priori a "principal" tarefa do ser humano nesta vida é ter luz em seu interior...e lutar sempre para que a mesma permaneça.:))

Capitão Haddock disse...

Com mil trovões e trovoadas, raios e coriscos a tempestade começou mais cedo por estes lados!!!

Legionário disse...

Viver interessa mais que ter vivido; e a vida só é vida real quando sentimos fora de nós alguma coisa de diferente.

Fiscal da meteoroloxía disse...

Hoxe vai chuvia e vento como se o mundo fora acabar.

E tudo o vento levou disse...

Na praia com este temporal é que se está bem hehehe

Pinante da avenida disse...

Não é grande ideia ir hoje pinar para as dunas.

Legionário disse...

Pois bem, aqui por cima a luz já falhou 3 vezes e como estou a fazer um trabalho em Excel tenho de estar sempre a gravar o dito.

Pinguim da Arcada disse...

Dizem os entendidos que a partir das 15:00 isto vai ficar muito mais bravoooo

Fiscal da meteoroloxía disse...

A chuvia parou mais a temperatura tamén baixou.

Marquês de Pombal disse...

Baixou e vai baixar mais nos próximos dias, quanto a piorar da parte de tarde para já não vi nada.

Legionário disse...

Afinal a tempestade Dóris resolveu visitar-nos entre as 3:00 e 5:00, só sei que lá fora com o temporal que estava, mais parecia estar perante o gigante Adamastor!!!

Galego disse...

Foi unha noite moi tormentosa, eso sí.

Legionário disse...

“Lluvia”

La lluvia tiene un vago secreto de ternura,
algo de somnolencia resignada y amable,
una música humilde se despierta con ella
que hace vibrar el alma dormida del paisaje.

Es un besar azul que recibe la Tierra,
el mito primitivo que vuelve a realizarse.
El contacto ya frío de cielo y tierra viejos
con una mansedumbre de atardecer constante.

Es la aurora del fruto. La que nos trae las flores
y nos unge de espíritu santo de los mares.
La que derrama vida sobre las sementeras
y en el alma tristeza de lo que no se sabe.

La nostalgia terrible de una vida perdida,
el fatal sentimiento de haber nacido tarde,
o la ilusión inquieta de un mañana imposible
con la inquietud cercana del color de la carne.

El amor se despierta en el gris de su ritmo,
nuestro cielo interior tiene un triunfo de sangre,
pero nuestro optimismo se convierte en tristeza
al contemplar las gotas muertas en los cristales.

Y son las gotas: ojos de infinito que miran
al infinito blanco que les sirvió de madre.

Cada gota de lluvia tiembla en el cristal turbio
y le dejan divinas heridas de diamante.
Son poetas del agua que han visto y que meditan
lo que la muchedumbre de los ríos no sabe.

Oh lluvia silenciosa, sin tormentas ni vientos,
lluvia mansa y serena de esquila y luz suave,
lluvia buena y pacifica que eres la verdadera,
la que llorosa y triste sobre las cosas caes!

Oh lluvia franciscana que llevas a tus gotas
almas de fuentes claras y humildes manantiales!
Cuando sobre los campos desciendes lentamente
las rosas de mi pecho con tus sonidos abres.

El canto primitivo que dices al silencio
y la historia sonora que cuentas al ramaje
los comenta llorando mi corazón desierto
en un negro y profundo pentágrama sin clave.

Mi alma tiene tristeza de la lluvia serena,
tristeza resignada de cosa irrealizable,
tengo en el horizonte un lucero encendido
y el corazón me impide que corra a contemplarte.

Oh lluvia silenciosa que los árboles aman
y eres sobre el piano dulzura emocionante;
das al alma las mismas nieblas y resonancias

Federico García Lorca

Tipo que sabe disse...

Donald e Vladimir: uma dupla imbatível.

(º-º) disse...

e a chuva também!!!

Legionário disse...

Ao coment. do "Tipo que sabe"

"Nem o regime mais repressivo consegue impedir os seres humanos de encontrar formas de comunicar e obter acesso à informação." Nelson Mandela

Tipo curioso disse...

E quem falou em regimes repressivos?

Pinguim da Arcada disse...

Hoje não há mais pinguins na Arcada, só se vê guarda chuvas estragados no chão hehehe

Legionário disse...

Os comerciantes italianos pagam desde 1993 imposto sobre a sombra dos letreiros das lojas!!!

Entre as inúmeras taxas que afligem os italianos, há uma que indignou uma pequena localidade veneziana: o “imposto da sombra” que, como o seu nome indica, taxa a sombra que os letreiros das lojas projectam sobre as calçadas.

O comerciante Bruno Allegranzi gere desde 1979 uma loja de produtos para família em Conegliano, no nordeste da Itália, em plena região do vinho Prosecco, e a 2 de dezembro do ano passado recebeu uma carta na qual era intimado a pagar uma taxa que até então desconhecia: “o imposto da sombra“.

“Nem sabia do que se tratava, porque já tinha pago o imposto de publicidade. Fui aos escritórios e disseram-me que a projeção dos meus letreiros ocupam solo público, fazem sombra e por isso ocupam solo público”, conta o comerciante à agência EFE.

Allegranzi assegura que se sentiu “alucinado” e num primeiro momento achou que era uma piada já que, nos seus quarenta anos de atividade, nunca tinha recebido notificação similar – apesar de o imposto, de carácter nacional, ter sido introduzido em 1993.

O comerciante suspeita que isso se deve a que anteriormente a taxa ia incluída no grosso do imposto por ocupação do solo público e aparece agora separado, o que chamou a sua atenção.

Allegranzi entrou em contacto com a Confederação Geral de Empresas, Confcommercio, que o informou da origem desta polémica taxa – e que encetou já diversas iniciativas em nome dos comerciantes para pedir a imediata suspensão da imposto da sombra, que considera “surrealista”.

Segundo o presidente da Confcommercio em Conegliano, Luca Ros, este imposto “é aplicado aos letreiros que refletem ou podem refletir a sua sombra sobre o solo público”.

Quer haja sol ou o céu esteja nublado, quer chova ou que seja de noite, no momento de taxar, o que é levado em conta é se a hipotética sombra do letreiro, caso exista, é projectada sobre o solo público.

Em Portugal até já foi recentemente inventado um imposto sobre o sol e a boa vista, mas há que reconhecer que este imposto sobre a sombra dos italianos bate todos os outros impostos em termos de criatividade – e surrealismo.

Labaredas disse...

Dai ideias ao Costa...

Anónimo disse...

atom é que os capelistas e lojistas ficavam fo***************

Arturinho das moscas disse...

Está bom para ir logo ver o Braga.

frei Vareta disse...

Prognósticos só no final do jogo hehehe

Tipo informado disse...

Certeza há uma: frio, chuva e vento.

Legionário disse...

Cai chuva do céu cinzento

Cai chuva do céu cinzento
Que não tem razão de ser.
Até o meu pensamento
Tem chuva nele a escorrer.

Tenho uma grande tristeza
Acrescentada à que sinto.
Quero dizer-ma mas pesa
O quanto comigo minto.

Porque verdadeiramente
Não sei se estou triste ou não.
E a chuva cai levemente
(Porque Verlaine consente)
Dentro do meu coração.

*Fernando Pessoa

Marquês de Pombal disse...

Então o "rapaz do boné" no jantar de Natal tinha marcado o primeiro jantar para dia 25 de Fevereiro, e agora envia um email com esta data:

Aqui vai a data para o 1º jantar:
4 de Março, encontro no beijo frio 19h30

Arturinho das moscas disse...

Mais inda non sabemos onde vai ser a cea.

Pinguim da Arcada disse...

Vai ser no Snack Bar Liga dos Combatentes, hahahahahahahahahahah