sábado, 30 de setembro de 2017

A terapia dos palavrões

Resultado de imagem para imagens gifs de foda-se
O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à
quantidade de "foda-se!" que ela diz.
Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"?
O "foda-se!" aumenta a minha auto-estima, torna-me uma
pessoa melhor.
Reorganiza as coisas. Liberta-me.
"Não queres sair comigo?! - então, foda-se!"
"Vais querer mesmo decidir essa merda sozinho(a)?! - então,
foda-se!"
O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição.
Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos
extremamente válidos e criativos para dotar o nosso vocabulário
de expressões que traduzem com a maior fidelidade os nossos
mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo a fazer a sua
língua.
"Comó caralho", por exemplo. Que expressão traduz melhor a
ideia de muita quantidade que "comó caralho"?
"Comó caralho" tende para o infinito, é quase uma expressão
matemática.

A Via Láctea tem estrelas comó caralho!
O Sol está quente comó caralho!
O universo é antigo comó caralho!
Eu gosto do meu clube comó caralho!
O gajo é parvo comó caralho!
Entendes?

No género do "comó caralho", mas, no caso, expressando a
mais absoluta negação, está o famoso "nem que te fodas!".
Nem o "Não, não e não!" e tão pouco o nada eficaz e já sem
nenhuma credibilidade "Não, nem pensar!" o substituem.
O "nem que te fodas!" é irretorquível e liquida o assunto.
Liberta-te, com a consciência tranquila, para outras actividades
de maior interesse na tua vida.
Aquele filho pintelho de 17 anos atormenta-te pedindo o carro
para ir surfar na praia? Não percas tempo nem paciência.
Solta logo um definitivo:
"Huguinho, presta atenção, filho querido, nem que te fodas!".
O impertinente aprende logo a lição e vai para o Centro
Comercial encontrar-se com os amigos, sem qualquer problema,
e tu fechas os olhos e voltas a curtir o CD (...)
Há outros palavrões igualmente clássicos.
Pense na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou o seu
correlativo "Pu-ta-que-o-pa-riu!", falado assim, cadenciadamente,
sílaba por sílaba.
Diante de uma notícia irritante, qualquer "puta-que-o-pariu!", dito
assim, põe-te outra vez nos eixos.
Os teus neurónios têm o devido tempo e clima para se
reorganizarem e encontrarem a atitude que te permitirá dar um
merecido troco ou livrares-te de maiores dores de cabeça.
E o que dizer do nosso famoso "vai levar no cu!"? E a sua
maravilhosa e reforçadora derivação "vai levar no olho do cu!"?
Já imaginaste o bem que alguém faz a si próprio e aos seus
quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha de
seu interlocutor e solta:
"Chega! Vai levar no olho do cu!"?

Pronto, tu retomaste as rédeas da tua vida, a tua auto-estima.
Desabotoas a camisa e sais à rua, vento batendo na face, olhar
firme, cabeça erguida, um delicioso sorriso de vitória e renovado
amor-íntimo nos lábios.
E seria tremendamente injusto não registar aqui a expressão de
maior poder de definição do : "Fodeu-se!". E a
sua derivação, mais avassaladora ainda: "Já se fodeu!".
Conheces definição mais exacta, pungente e arrasadora para
uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de
ameaçadora complicação?
Expressão, inclusivé, que uma vez proferida insere o seu autor
num providencial contexto interior de alerta e auto-defesa. Algo
assim como quando estás sem documentos do carro, sem
carta de condução e ouves uma sirene de polícia atrás de ti a
mandar-te parar. O que dizes? "Já me fodi!"
Ou quando te apercebes que és de um país em que quase nada
funciona, o desemprego não baixa, os impostos são altos, a
saúde, a educação e … a justiça são de baixa qualidade, os
empresários são de pouca qualidade e procuram o lucro fácil e
em pouco tempo, as reformas têm que baixar, o tempo para a
desejada reforma tem que aumentar … tu pensas “Já me fodi!”

Mas não desesperes:
Este País … ainda vai ser “um país do caralho!”
Oiçam o que vos digo,)

63 comentários:

Anouk disse...

Legionário,
Pelos vistos, também se pode parecer uma pessoa mais simpática...

https://www.theatlantic.com/science/archive/2017/09/the-beloved-potty-mouth/538791/

;)

Legionário disse...

No entanto...quando se usam palavrões sem ser com o sentido concreto que têm, é como se estivéssemos a desinfectá-los, a torná-los decentes, a recuperá-los para o convívio familiar.

Olá Anouk, bom dia:))

Pinguim da Arcada disse...

Texto bom pra caralho! Foda-se, hahaha!

Legionário disse...

Quem se atreve a propor expressões latinas como "fellatio" ou "cunnilingus"? Tira a vontade a qualquer um. Da mesma maneira, "masturbação" é pesado e maçudo, prestando-se pouco ao diálogo, enquanto o equivalente popular "punheta", com a ressonância inocente que tem de uma treta que se faz com o punho, é agradavelmente infantil.
O sexo... O sexo como a vida deveria ser o mais simples e amigável possível. Misturar as duas coisas através dos palavrões parece-me muito saudável. Deixá-los fechados debaixo dos lençóis e atrás das portas é condená-los a uma existência bafienta que não merecem.
Por que é que uma prostituta não há-de dizer "puta de vida!" sem se ofender a si mesma? Os palavrões são palavras multifacetadas, muito mais prestáveis e jeitosos do que parecem. É preciso usá-los, para que não se tornem obscenos e propagá-los, para que deixem de ser chocantes.

É pior falar mau português do que falar mal em bom português!
Quem anda para aí a foder a língua não são os que dizem "foda-se" de vez em quando. São os que dizem "acabou de terminar..." e "eventualmente estão assegurados...".
Se não usarmos os palavrões, livre e inocentemente, eles tornar-se-ão em meras obscenidades.
E para obscenidade já basta a vida em si.

Formiga disse...

Fonix, que calorrrrrrrrrr

Pinguim da Arcada disse...

Pois é, a Formiga está cheia de calor porque está a trabalhar comó caralho, enquanto muitas cigarras anda a passear aqui pelo centro e não fazem um cu hahaha

Fiscal disse...

Está muito calor fod*****

Labaredas disse...

Foda-se!

Tipo mais atento disse...

E faltam 11 dias para o repasto de Outono, se não houver mais nenhuma alteração na data.

Pinguim da Arcada disse...

Hoje é o Dia do Animal, embora andem por aqui muitos animais de 2 patas a passearem sem fazer um caralho hahaha

Pinante da avenida disse...

Está um belo dia para ir pinar para o monte.

Pinguim da Arcada disse...

Qualquer dia é bom para sexo pá, hahahah

Freguês habitual da Flor do Vouga disse...

Ó faxabor, quero um fino e uma patanisca de bacalhau.

Marquês de Pombal disse...

E pronto...está na hora do lanche.

Fiscal do Vinho Verde disse...

Massa à labrador e castanhas de sobremesa... agora peida-se como um javardo.

Legionário disse...

Dia da Implantação da República, uns a "nanar" e outros a trabalhar (que é o meu caso) amanhã é que será feriado para mim.

Vizinha do 1º Dt. disse...

Juro beijar teu corpo sem descanso
Como quem sai sem rumo numa viagem
Vou-te cruzar sem mapa nem bagagem
Quero inventar a estrada enquanto avanço

Olvido disse...

Ahahahah... já me fartei de rir aqui sozinha... quem fala assim não é gago!! E sim, mais vale falar mal em bom português de que falar mau português... amén ao foda-se bem dito!
;)

Legionário disse...

"amén ao foda-se bem dito!"

Nem mais!!!

Boa tarde Vi, aparece mais vezes por aqui:))

Olvido disse...

Sempre que aqui venho farto-me de rir com esta caixa de comentários :D vou passar a espreitar mais vezes ;)

Legionário disse...

"Grandes realizações são possíveis quando se dá importância aos pequenos começos." Lao Tsé

Fiscal do calendário disse...

Mais uma uma semana em brasa no Outono!!!

Legionário disse...

Ontem encontrei o Zeca Vitrinista, e ele disse que ia ao próximo jantar...

Tipo que sabe disse...

Só se o jantar for em Esposende.

Tipo que sabe muito disse...

...e num restaurante gourmet.

Tipo mais atento disse...

Fonix, esse Zeca é 1 treteiro do c****

Fiscal do Turismo disse...

Vai ser criado o roteiro do putedo como forma de cativar um tipo de turistas diferente do habitual.
Brevemente será editado um guia com todas as referências indispensáveis para quem procura sexo em viagem, nomeadamente locais, tarifas e tipo de serviços oferecidos.
Espera-se uma grande adesão e um acréscimo significativo no sector em questão.

Pinguim da Arcada disse...

Se o Fiscal do Turismo o diz, é porque tem feito esse roteiro hahahah

Bertinho disse...

Ena pá! Roteiro do putedo!
Quando é que sai essa merda?
Tem que vir com fotos das alternadeiras.

Anónimo disse...

https://www.apartadox.com/

Tem de ter é a carteira cheia, porque o bom paga-se bem.

Tipo informado disse...

Esse apartado tem algumas moças a atacar aqui pelas redondezas. Um dos confrades era cliente da casa.

Fiscal da metereologia disse...

Tá soli!!!

Ecos do Monte online disse...

Aumento de preços na generalidade das casas de alterne do Minho acima do valor da inflação. Clientes habituais descontentes com a situação.

Penis erecte disse...

Quando a direita cansa, a esquerda avança.

Labaredas disse...

Ai minha menina... amigas como tu é uma na boca e outra no cu.

Fiscal disse...

Ò Labaredas, não havia nechexidade desse coment.

Tipo curioso disse...

Falta saber quem é a amiga do Labaredas.

Pinguim da Arcada disse...

Deve ser a menina Fogueiras hahaha

Legionário disse...

Hoje é Sexta-Feira 13, e amanhã são 14 e será a jantarada da rapaziada!

Tipo que está cheo de traballar disse...

Bou botar unha copa ao tasquiño.

Casa de pasto Flor do Vouga disse...

E vai acima, e vai abaixo, e vai ao centro. E bota abaixo, bota abaixo, bota abaixo!

Anónimo disse...

boas ppl. a que hora é a janta de amanhã e onde
aqui no bloge ninguém diz nada

Caderneta de cromos disse...

Anónimo ( se o é), se não recebeu email do Luis Antunes, é porque anda perdido entre o Polo Norte e o Polo Sul hahaha

Vizinha do 1º Dt. disse...

Se a sorte protege os audazes...e o sonho comanda a vida...eu vou continuar a ter a audácia de sonhar,vou lutar por todos os meus sonhos...e vou continuar a lutar por ser feliz!!!
Thank you Leg.;)
Bjs:))

Arturinho das moscas disse...

Anda por aí muito email extraviado, o carteiro anda a falhar.

Legionário disse...

Pois é, o Luís para esse "anónimo" ausente do Blog devia mandar uma carta registada com aviso de recepção!!!

Marquês de Pombal disse...

Ontem ao final da tarde encontrei o "Provedor" no Beijo Frio, e o mesmo disse que também iria à jantarada de hoje.

Home que vai comer bacallau disse...

O lider dixo que a cea será no Pedra Branca, unha vez máis.

Caderneta de cromos disse...

Fonix, lá a Pedra Branca!!!

Vou ali e já não volto disse...

Vou fazer um aquecimento para o jantar de hoje!!!

Legionário disse...

Ontem devido aos incêndios em "redor" da cidade era fumo e cinzas por todo o lado, e agora o dia acordou sem esse cheiro...chego cá acima ao meu trabalho isto mais parece a feira do fumeiro, f***!!!

auguiña fai moi ben disse...

A cea do sábado pasado correu ben, a xente comeu bebeu e conversou; falouse de moitas cousas e xa ficou marcada a cea de Nadal.

Tipo mais atento disse...

Há fotos na net dos incêndios deste último fim-de-semana que foram tiradas durante a noite de locais mais elevados em que se vê Braga cercada por um infernal mar de chamas.

Legionário disse...

Pois meus amigos, vou de férias e só volto no final do mês, divirtam-se e façam tudo por serem sempre mais felizes:))

Arturinho das moscas disse...

Boas férias.

Maria Eu disse...

Férias também se escreve com F e relaxam!
Boas férias, Legionário!
Beijinhos

Olvido disse...

Boas férias, Legionário :))

Legionário disse...

E pronto...agora que voltei, toca a pôr o trabalho em dia (e não é pouco).

Vizinha do 1º Dt. disse...

Retirar uma hora de luz aos dias é mau para a saúde e gasta mais energia, o que aumenta a poluição. De acordo com estudos recentes, acabar com a da mudança para a 'hora de Inverno' traria saúde e benefícios ambientais, principalmente nas áreas mais a norte do planeta.

Em vários países na Europa, Estados Unidos, Canadá e em certas zonas do Médio Oriente marca-se o início do tempo frio atrasando os relógios uma hora.

Normalmente entre o final de outubro e o início de novembro os cidadãos destes países perdem uma hora de luz ao fim da tarde para ganharem alguma luz pela manhã. Mas, segundo os especialistas, há razões de sobra para mudar este costume.

Descobriu-se recentemente que a escuridão dos finais de tarde é mais prejudicial do que a da manhã. Por um lado porque é necessária mais energia para a iluminar e, por outro, porque a ausência de luz natural coloca limites às actividades ao ar livre e empurra as pessoas para casa mais cedo.

Assim, deixar os relógios em paz à medida que o inverno se aproxima permitira beneficiar de mais luz natural e aumentaria os níveis de vitamina D. A ausência da chamada «vitamina do sol», da qual quase metade da população mundial tem níveis baixos, pode causar raquitismo e aumentar a susceptibilidade a doenças auto-imunes.

Da mesma forma, doenças como a diabetes e a obesidade sofreriam provavelmente um decréscimo, já que finais de tarde iluminados seriam mais aprazíveis à prática de exercício físico, avança a agência reuters.

Portanto, na madrugada de hoje não se esqueçam de atrasar o relógio uma hora, e foda-se lá esta mudança horária!!!

Fiscal da metereologia disse...

Hoje está mais fresquinho!!!

Fiscal da meteoroloxía disse...

O Lexionario xa volveu das vacacións e ao mellor o tempo tamén vai cambiar a partir do mercores.

Zombie disse...

Se bem me lembro, no feriado do dia 1 de Novembro cai sempre alguma chuva...

Isabel Pires disse...

Legionário, não digo "palavrões" porque não me dá jeito, não me ocorrem, teria de me esforçar... Ou seja, no meu caso se tiver de dizer palavrões, trata-se de uma obrigação para mim.
No entanto, não me incomoda que digam ao pé de mim, se fizer sentido. Quero com isto dizer que se for aquela de se armarem em engraçados (forçado, portanto), ou se em duas palavras, uma for palavrão, o meu caminho é abandonar a conversa.
Já me têm dito que é esquisito não usar essa linguagem. É o normal de mim, só isso.